DESTAQUES

Notícias

Reforma Administrativa é o marco regulatório da corrupção, afirma vice-presidente do SERJUSMIG em audiência pública

15 de Julho de 2021 16:14:40


“Ela [a PEC 32] interessa a quem quer ficar ainda mais milionário às custas do povo, cobrando pelos serviços que hoje são gratuitos e universais. Ela também interessa àqueles que não querem o combate à corrupção. Esse projeto é o marco regulatório da corrupção”, definiu Eduardo Couto, vice-presidente do SERJUSMIG e coordenador de assuntos parlamentares da Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados (Fenajud).

A intervenção aconteceu na manhã desta quinta-feira (15), em nova audiência pública para debater os efeitos nocivos da Reforma Administrativa (PEC 32), realizada pela Comissão de Trabalho, Previdência e Assistência Social da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). 

A PEC 32/20, de autoria do Poder Executivo federal, introduz profundas modificações na organização do Estado brasileiro, no Serviço Público e nos direitos dos Servidores, em todos os Poderes da União, dos estados, do Distrito Federal e nos municípios. A proposta aguarda parecer do relator, deputado Arthur Maia (Dem-BA), na Comissão Especial da Câmara dos Deputados criada para analisar a matéria.

Eduardo Couto, que representou os Servidores do Judiciário mineiro, também reforçou a importância da pressão sobre os deputados. “Nós vamos denunciar os parlamentares que votarem a favor. Nós já denunciamos os que votaram na CCJ [Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara]. E, novamente, os parlamentares que votarem a favor da PEC da corrupção, do fim do SUS e da escola pública, nós vamos denunciar, colocar outdoors no reduto eleitoral desses parlamentares. Então, não ficarão impunes”, advertiu. 

 


SERJUSMIG: “Nós vamos denunciar os parlamentares que votarem a favor da PEC da corrupção". 

 

Participação

O encontro resulta de uma articulação entre sindicatos e deputados estaduais que assinam o requerimento. Além do SERJUSMIG, participaram da audiência outras 15 entidades dos trabalhadores do Serviço Público e os deputados estaduais Betão (PT), Ana Paula Siqueira (Rede) e Beatriz Cerqueira (PT), bem como os deputados federais Reginaldo Lopes (PT) e Rogério Correia (PT), integrantes da Comissão Especial da PEC na Câmara dos Deputados que examina a Reforma Administrativa.

Os sindicatos também encaminharam uma carta-convite a cada um dos demais deputados federais mineiros que compõem a Comissão da Câmara, titulares e suplentes, a saber: Tiago Mitraud (Novo), Euclydes Pettersen (PSC), Lincoln Portela (Republicanos), André Janones (Avante). Porém, nenhum destes compareceu à audiência.

 

Mobilização dos Servidores

É fundamental a mobilização da categoria para derrotar a PEC 32, que destrói os Serviços Públicos e suprime direitos duramente conquistados pelos trabalhadores.

Os Servidores devem se manifestar nas redes sociais dos deputados, deputadas, senadores e senadoras. O objetivo é mostrar sua indignação e cobrar dos parlamentares mudanças no cenário atual, bem como exigir a rejeição da PEC 32/2020, que dá fim ao serviço público no país e favorece o aumento da corrupção.

As ferramentas abaixo disponibilizam as redes sociais dos parlamentares e informam sobre a posição de cada um. Priorize a pressão sobre os indecisos e mostre sua indignação em relação àqueles declaradamente favoráveis à proposta!

- Página Na Pressão.
- Página Vai Piorar.
- Página Não à PEC 32.

SERJUSMIG
Unir, Lutar e Vencer

 

Fotos: Guilherme Bergamini / ALMG


<<< VOLTAR

Confira também:







SERJUSMIG :: Rua Guajajaras, 1984 - Barro Preto - CEP 30180-109 - Telefone: (31) 3025-3500 - Fax: (31) 3025-3521
Design por: Interlig
Desenvolvido por: Masterix Sistemas