DESTAQUES

Notícias

Em ato contra PEC 32, servidores e servidoras tomam conta das ruas e param atividades em todo país

19 de Agosto de 2021 18:29:41


Movimento paredista foi convocado pelas centrais sindicais. Fenajud aderiu a Greve Geral e participou da mobilização tanto na Câmara dos Deputados quanto por meio de ato virtual, com foco na defesa do serviço público e de seus trabalhadores e trabalhadoras. 

Diversos estados amanheceram a quarta-feira, 18 de agosto, com mobilização massiva em defesa do serviço público e contra a PEC 32/2020, conhecida como ‘reforma’ administrativa – que retira direitos dos trabalhadores e trabalhadoras do funcionalismo. De Norte a Sul do país foram registrados atos nas ruas e movimentos paredistas. Em Brasília, centenas de pessoas estiveram na frente do anexo II, da Câmara dos Deputados, para lutar contra a Proposta.

A atividade na capital contou com a participação dos coordenadores da Fenajud, Cleyson Francisco e Nelson Siqueira, e de outras categorias que atuam em diferentes níveis de governo. O projeto pode ir ao plenário no final deste mês, segundo informações do presidente da Casa, deputado Arthur Lira (Progressistas-AL).

A manifestação em Brasília teve início por volta das 10h, em paralelo com os trabalhos da comissão especial da Câmara que analisa os efeitos da PEC 32 nas políticas públicas de educação e saúde. A data, definida como um dia Nacional de Greve, foi deliberada no Encontro das (os) Trabalhadoras(es) do Setor das Três Esferas ocorrido nos dias 29 e 30 de julho.

No mesmo horário a Fenajud promoveu o ato virtual – Greve Geral do Serviço Público, para atender aqueles que optaram por manter o distanciamento social, imposto pela pandemia da Covid-19. Durante a atividade  a Federação contou com a participação de representantes sindicais, parlamentares e especialistas. As entidades filiadas também participaram.

A presença de milhares de pessoas nas ruas e na web mostraram que, com resistência da classe trabalhadora, as chances de derrotar a proposta em Plenário são grandes. Com isso, a Fenajud (Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados) chama atenção dos servidores e servidoras de base para que participem das ações propostas e que mantenham a pressão sobre os parlamentares, a fim de enterrar essa proposta macabra que acaba com o serviço público no país. 

Para a Federação, a PEC representa um verdadeiro desmonte dos direitos trabalhistas. Ela pode criar condições que permitem contratos precários no serviço públicos, além de dificultar o acesso da população aos serviços básicos, como saúde, educação, segurança e dificultar o acesso à justiça.

Diante do andamento dos debates na Comissão Especial, a Fenajud conclama todos os servidores e servidoras a pressionar os deputados e deputadas de seus estados a votarem contra a PEC 32/2020.

Novos atos estão sendo programados para o dia 7 de setembro.

Confira o ato virtual, aqui.

 

Fonte: Fenajud


<<< VOLTAR

Confira também:







SERJUSMIG :: Rua Guajajaras, 1984 - Barro Preto - CEP 30180-109 - Telefone: (31) 3025-3500 - Fax: (31) 3025-3521
Design por: Interlig
Desenvolvido por: Masterix Sistemas